20 vezes Porto!

Dragões bateram o Sporting (2-1) e conquistaram a 20.ª Taça de Portugal do palmarés.

O Mar Azul encheu a bancada e os jogadores encheram o campo. Mesmo tendo sofrido primeiro, o FC Porto nunca desistiu e acabou, já no prolongamento, por garantir a reviravolta que resultou na conquista da 20.ª Taça de Portugal. Evanilson empatou ainda nos primeiros 45 minutos e Mehdi Taremi festejou aos 97.
Numa tarde que ficou para a história, o FC Porto isolou-se como clube português mais titulado, com 85 troféus. Sérgio Conceição tornou-se o primeiro treinador a vencer quatro edições da Taça de Portugal pelo mesmo clube e igualou José Maria Pedroto e Otto Glória no clube dos mais titulados da prova. Galeno, que esteve em campo durante as duas horas de jogo, tornou-se o primeiro jogador a conquistar quatro Taças de Portugal consecutivas. No Jamor, só dá Porto e a prova disso mesmo é que este foi o clube que festejou em Oeiras em quatro das últimas cinco temporadas. Na presente edição, foi ainda batido o recorde de novo máximo de triunfos consecutivos na competição. São agora 21!
O clássico começou nitidamente azul e Evanilson dispôs de uma ocasião soberana para inaugurar o marcado com apenas 90 segundos decorridos. Depois de se isolar nas costas da defensiva sportinguista e de Diogo Pinto ter hesitado em sair da baliza, o camisola 30 aproximou-se do guardião e tentou tirá-lo do caminho. Do choque entre os dois resultou a queda do avançado e o protesto veemente do banco de suplentes. Fábio Veríssimo nada assinalou.
Na primeira aproximação à baliza de Diogo Costa, num canto, o Sporting adiantou-se na final. Saint Juste saltou mais alto do que Otavio e cabeceou para o 1-0 ao segundo poste (19m). A resposta dos Dragões não tardou e bastaram seis minutos para o topo sul do Jamor entrar em ebulição: numa jogada construída ao primeiro toque pelo corredor central, Pepê tentou desmarcar Galeno e a interceção de Geny Catamo fez a bola chegar a Evanilson, que só teve de encostar e correr para os adeptos.
A defensiva lisboeta mostrava-se frágil perante as tentativas de ataque à profundidade do FC Porto e foi precisamente um passe longo de Alan Varela para Galeno, que ganhou as costas aos centrais do Sporting, o cerne da expulsão de Saint Juste: o neerlandês agarrou o internacional brasileiro quando este seguia isolado para a baliza. Numa primeira instância, a equipa de arbitragem assinalou grande penalidade além do cartão vermelho, mas, com recurso ao VAR, Veríssimo reverteu a decisão para um livre direto que Francisco Conceição colocou a centímetros do poste de Diogo Pinto.
Com menos um elemento, o adversário apenas conseguia chegar perto de Diogo Costa através de bolas paradas e o 99 mostrava a segurança que o coloca no topo do mundo na sua posição. Já em tempo de compensação, um passe de rutura de Pepê para João Mário fez os portistas levantar-se das cadeiras, mas o 23 assistiu Evanilson e o brasileiro rematou por cima da trave. A igualdade a um golo persistia no regresso aos balneários.
O amarelo visto por João Mário aos 36 minutos e a superioridade numérica levaram Sérgio Conceição a recuar Pepê para a direita da defesa e a colocar Mehdi Taremi junto de Evanilson na frente. Tal como na etapa inaugural, foi de bola parada que o Sporting criou perigo logo ao segundo minuto. Um livre curto à direita originou um cabeceamento que Diogo Costa travou com uma mancha efusivamente aplaudida pelos milhares de portistas presentes no estádio nacional.
Um autêntico cerco à área lisboeta foi o que se viu nos minutos seguintes, com o Sporting a tentar evitar a pressão com bolas longas para Gyokeres, exemplarmente anulado por Zé Pedro e Otavio. As combinações nos corredores laterais iam ferindo a defensiva contrária e só algum desperdício na finalização ia mantendo o empate no marcador. Aos 72 minutos, após uma arrancada de Galeno à esquerda, Francisco Conceição atirou muito perto da trave, tal como minutos mais tarde voltaria a acontecer.
Já com Grujić e Eustáquio em campo nos lugares de Alan Varela e de Nico González, Wendell testou Diogo Pinto de livre ao 86 minutos, mas o resultado não viria a sofrer qualquer alteração até ao apito de Fábio Veríssimo para o término do tempo regulamentar.
Sérgio Conceição colocou o médio sérvio entre os centrais e projetou os laterais para quebrar a defesa adversária. A jogar por dentro, para deixar espaço para Francisco junto à linha, Pepê recebeu dentro e tocou para Evanilson, que só não bisou porque Diogo Pinto se mostrou atento entre os postes (92m).
Os dois jogadores viriam a ser protagonistas quatro minutos mais tarde. Evanilson recebeu já dentro da área, após um passe na profundidade e, quando tencionava afastar a bola do alcance do avançado, o guarda-redes apenas acertou no adversário. O árbitro apontou de imediato para a marca de grande penalidade, de onde Mehdi Taremi, já com Sérgio Conceição na bancada após ter sido expulso, fez o 2-1 e correu para abraçar os adeptos num momento de alegria e comunhão.
Depois de reunirem com o treinador junto à bancada, os jogadores entraram dominantes na segunda parte do prolongamento e controlaram o resultado até ao apito final. Na edição 2023/24 da Taça de Portugal, prevaleceu o Futebol Clube do Porto.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
“Há muita gente que acha que as pessoas do Porto não devem dar opiniões sobre coisas de Lisboa”, diz Moreira
18/07/2024
Investigadores da FMUP alertam para riscos de injeções para rejuvenescimento facial
18/07/2024
Há jazz sob as estrelas nos jardins do Palácio de Cristal
18/07/2024
Novos Tempos | A importância dos símbolos
18/07/2024
Exposição Visita-oficina orientada para os mais pequenos na Galeria Municipal
18/07/2024
Dois detidos pela prática ao crime de roubo contra o património
18/07/2024
Bilhetes para a Supertaça Cândido de Oliveira disponíveis esta quinta-feira
18/07/2024
Reabilitação de prédio em Campanhã para habitação acessível
17/07/2024
“Há muita gente que acha que as pessoas do Porto não devem dar opiniões sobre coisas de Lisboa”, diz Moreira
18/07/2024
Investigadores da FMUP alertam para riscos de injeções para rejuvenescimento facial
18/07/2024