André Villas-Boas oficializou a candidatura à presidência do FC Porto

André Villas-Boas é oficialmente candidato à presidência do FC Porto depois de entregar as assinaturas necessárias para concorrer ao ato eleitoral de 27 de abril. No Museu do clube, onde Lourenço Pinto o esperava, o rosto do movimento “Só há um Porto” apresentou os nomes propostos para a liderança dos Órgãos Sociais no próximo quadriénio: António Tavares (Mesa da Assembleia Geral), Angelino Ferreira (Conselho Fiscal e Disciplinar) e Fernando Freire de Sousa (Conselho Superior).

À saída, em declarações à FC Porto TV e ao Porto Canal, André Villas-Boas falou de “um momento especial, solene, de grande importância antes de umas eleições que se prevê que venham a ser as mais votadas da história” azul e branca. “Bastante confiante” de que os escolhidos “serão do agrado dos portistas”, o candidato saúda “todo este movimento à volta das três candidaturas”, sinónimo de “que o clube e os associados estão vivos” e de que “seja qual for a escolha esse será o presidente de todos”.

Um momento recheado de significado
“Ainda não foi a formalização, foi apenas a entrega das assinaturas que recolhemos e que esperemos que venham a ser validadas e confirmadas pelo doutor Lourenço Pinto. É um momento especial, solene, de grande importância antes de umas eleições que se prevê que venham a ser as mais votadas da história do FC Porto. Significa que o clube e os associados estão vivos, que têm uma voz no futuro do FC Porto e é de saudar todo este movimento à volta das três candidaturas.”

A equipa que o acompanha
“São pessoas competentes, reconhecidas pelo seu mérito e pela sua elevação. Tentei reunir, nesta candidatura, os melhores nomes possíveis dentro dos vários setores, propus a sua liderança para os Órgãos Sociais e estou bastante confiante de que serão do agrado dos portistas.”

Expetativas para as eleições
“Faço um convite ao voto e à regularização da quota de março, que também é importante. A quota de março deve ser regularizada para que as pessoas possam exercer o direito de voto. Reforço o convite ao voto. Há um FC Porto-Sporting no dia 28 de abril, as eleições são dia 27 e muita gente utiliza o dia anterior, 26 de abril, para passar férias. É muito importante, para todas as candidaturas, que se apresente o maior número de associados para exercerem o direito de voto. Estou confiante, sinto um apoio cada vez mais crescente, falta efetivar o voto, mas a realidade é que nestas eleições se apresentam duas candidaturas muito fortes: uma vinculada à continuidade, ao legado histórico e vitorioso de Jorge Nuno Pinto da Costa; e a nossa, que apresenta soluções modernas, de futuro, para mudar o rumo do FC Porto no próximo quadriénio. Estamos bastante confiantes, temos sentido o apoio dos portistas, mas falta efetivar o voto na candidatura. Uma coisa é certa, seja qual for a escolha esse será o presidente de todos os portistas e o bem comum do FC Porto é o mais importante.”

 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Entre no Museu do Carro Eléctrico e faça uma viagem mágica até 1928
12/07/2024
Alterado regulamento fiscal para apoiar investimento empresarial na cidade
12/07/2024
Estádio de Praia acolhe Circuito Nacional do Beach Teqball
12/07/2024
Porto Open está de regresso ao Monte do Aventino
12/07/2024
Corridas ilegais em plena luz do dia na Boavista
12/07/2024
“Os nossos adeptos foram absolutamente fundamentais nesta conquista”
12/07/2024
Município lança concurso para reabilitar ruas no Bonfim
12/07/2024
Homem detido por furto em viatura rua de Gonçalo Velho
12/07/2024
Entre no Museu do Carro Eléctrico e faça uma viagem mágica até 1928
12/07/2024
Alterado regulamento fiscal para apoiar investimento empresarial na cidade
12/07/2024