Aprovado aumento de 2,7% no preço da fatura da água no Porto

Foi aprovada a alteração aos preços a cobrar na fatura da água. “Aquilo que aumenta, a tarifa de águas e saneamento, é 2,7% para o consumidor final”, diz Filipe Araújo. As alterações entram em vigor a 1 de fevereiro.

Na reunião do Executivo, o vice-presidente Filipe Araújo justificou que o aumento acontece em linha com a inflação prevista pelo “Banco de Portugal em junho de 2022 para 2023”. Na altura foram previstos 2,7% de inflação, apesar de, refere Filipe Araújo, “neste momento o Banco de Portugal já prevê 5,[8]% para o ano de 2023”.

Filipe Araújo detalhou as alterações da proposta, que foi aprovada na reunião. “Há diminuição naquilo que é o custo de abastecimento de água e um aumento do lado do saneamento, porque isto também nos era exigido em termos do regulador, que ajustássemos aquilo que era o preço da água e o preço do tratamento”, falou o vice-presidente do executivo citando o parecer da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR).

Tarifa Social

“Neste momento o Porto não tem tarifa social da água e, portanto, não a automatiza”, frisou a vereadora Maria Manuel Rola acrescentando que tal medida poderia “chegar a 19 mil famílias”.

“Nós, em termos de área metropolitana, somos o sistema mais barato. Nós, em termos das capitais de distrito, somos o segundo sistema mais barato”, começou por responder Filipe Araújo. O vice-presidente continuou referindo que “o tarifário do Porto é inferior aos tarifários sociais de Arouca, de Oliveira de Azeméis, de Paredes, de Santo Tirso, de Valongo, de Vila do Conde e de Gaia”. A resposta foi interrompida pelo presidente da câmara, Rui Moreira, que na resposta à vereadora atirou: “Sabe o que é que nós queremos? O nosso tarifário é um tarifário social, mas é para toda a gente. Porque, como diz e bem, o direito à água é um direito universal, nós queremos uma tarifa social para toda a gente e temos”.

A proposta à alteração da estrutura tarifária foi aprovada com votos contra do Bloco de Esquerda e abstenção do PS, da CDU e do vereador Vladimiro Feliz.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024
Dois homens detidos crime de contrafação na baixa do Porto
19/07/2024
Largo do Amor de Perdição recebe “FC Porto na Baixa”
19/07/2024
Muros da Rua de Miragaia vão ser reabilitados e reparados
19/07/2024
Porto Business School e Católica Porto Business School no MBA Ranking 2024
19/07/2024
Estádio do Dragão com novas regras de acesso
19/07/2024
Detido jovem de 16 anos por suspeita de pornografia de menores no Porto
19/07/2024
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024