Baião reconhecido destino turístico sustentável por organização internacional

O município de Baião, no interior do distrito do Porto, foi certificado com o galardão prata, como "destino turístico sustentável" atribuído pela organização internacional 'Global Sustainable Tourism Council', informou hoje fonte do município.
Em dezembro de 2019, aquele concelho já tinha recebido a medalha de bronze pelo seu processo de ‘benchmarking’, num evento que decorreu nos Açores.
O processo de certificação relativo a Baião, acrescenta a câmara municipal, “foi iniciado em 2018 e resulta de um extenso trabalho de recolha e análise de informação referente a três anos, tendo culminado com uma auditoria feita pela entidade internacional ‘EarthCheck’, uma organização não-governamental de referência na área”.
“Esta auditoria mostra a evolução do concelho em vários indicadores ambientais, económicos, culturais e sociais e faz a comparação com outros territórios igualmente certificados”, assinala-se num comunicado enviado à Lusa.
No processo, prossegue a autarquia, “foram analisados diversos indicadores, como os consumos energéticos, incluindo a utilização de energias limpas, os processos de tratamento de resíduos, o tratamento das águas, as áreas verdes e dados associados à segurança, à economia e à cultura”.
“Baião é o primeiro município português a obter esta distinção como Destino Turístico Sustentável”, refere-se ainda, recordando que se trata do concelho com a maior área verde do distrito do Porto, compreendendo 68 por cento do seu território, banhado a sul pelo rio Douro.
Sobre o novo galardão, o presidente da câmara, Paulo Pereira, refere que a sua gestão tem estado empenhada em “fazer de Baião um território de referência como destino turístico sustentável”.
“Queremos ser reconhecidos como uma terra de boas práticas ambientais, onde a atividade económica do turismo é encarada como um recurso para o bem-estar das pessoas, em respeito e equilíbrio com as nossas tradições e a natureza”, assinalou, citado no comunicado.
Por seu turno, o diretor executivo e fundador da organização ‘EarthCheck’, Stewart Moore, sublinha que aquela entidade internacional “pode ajudar a construir a reputação de Baião como um território na linha da frente em termos de sustentabilidade, tanto para os visitantes como para a comunidade local”.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024
Dois homens detidos crime de contrafação na baixa do Porto
19/07/2024
Largo do Amor de Perdição recebe “FC Porto na Baixa”
19/07/2024
Muros da Rua de Miragaia vão ser reabilitados e reparados
19/07/2024
Porto Business School e Católica Porto Business School no MBA Ranking 2024
19/07/2024
Estádio do Dragão com novas regras de acesso
19/07/2024
Detido jovem de 16 anos por suspeita de pornografia de menores no Porto
19/07/2024
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024