Câmara do Porto investe 50 mil euros na compra de 18 obras de artistas da cidade

A Câmara Municipal do Porto vai investir cerca de 50 mil euros na aquisição direta a artistas plásticos de 18 novas obras para o núcleo de arte contemporânea da Coleção Municipal de Arte, anunciou esta terça-feira a autarquia.

A Câmara Municipal do Porto dá conta, no seu ‘site’, que de um total de 118 propostas de compra submetidas por artistas e coletivos artísticos residentes na cidade do Porto, foram sugeridas para aquisição obras de Alexandra Rafael, Carla Cruz & Cláudia Lopes, Clarice Cunha, Dinis Santos, Francisco Venâncio, Hilda de Paulo, Inês Leal, Inês Tartaruga Água, Jiôn Kiim, Joana Patrão, Laetitia Morais, Maria Oliveira, Mariana Caló e Francisco Queimadela, Mónica Baptista, Odair Monteiro, Rebecca Moradalizadeh, Tomás Abreu e Vera Matias.

A iniciativa decorre no âmbito da modalidade de compra direta a artistas do projeto municipal “Aquisições”.

A decisão resulta da apreciação do atual comité de seleção, composto pelas curadoras Andreia Magalhães e Margarida Mendes e pela ‘performer’ e ativista Melissa Rodrigues, que considerou “a qualidade iminente das propostas apresentadas e a sua pertinência no contexto da coleção presente”.

De acordo com a autarquia, em consideração estiveram também critérios como a representatividade de género – a maior parte das obras selecionadas são de mulheres, “tendo em conta a sua qualidade e pertinência no contexto artístico local, nacional e internacional” –, a diversidade e pluralidade das práticas e linguagens artísticas representadas, “incluindo na Coleção cinema de artista e performance”, assim como “a inclusão de artistas em início de carreira e artistas com uma prática sólida no meio artístico local, mas sem representação”.

Criado em 2018, o projeto “Aquisições” integra a plataforma de apoio à arte contemporânea Pláka, do Departamento de Arte Contemporânea da empresa municipal Ágora - Cultura e Desporto do Porto, e tem como principal objetivo dinamizar e valorizar o património artístico do Porto e documentar a memória da prática artística da cidade, através da reativação da Coleção Municipal de Arte.

Além da modalidade de compra direta a artistas, contempla ainda outra modalidade de aquisição de obras a galerias de arte da cidade, para a qual está disponível um orçamento de 100 mil euros, e cujos resultados de aquisição serão conhecidos até ao fim do ano.

Desde a sua criação, a iniciativa somou a aquisição de 102 novas obras de arte, representando 92 artistas e coletivos artísticos, às quais se juntarão agora estas novas 18 obras e artistas.

As obras adquiridas este ano para a Coleção Municipal irão ser expostas entre o final de 2022 e o início de 2023.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024
Dois homens detidos crime de contrafação na baixa do Porto
19/07/2024
Largo do Amor de Perdição recebe “FC Porto na Baixa”
19/07/2024
Muros da Rua de Miragaia vão ser reabilitados e reparados
19/07/2024
Porto Business School e Católica Porto Business School no MBA Ranking 2024
19/07/2024
Estádio do Dragão com novas regras de acesso
19/07/2024
Detido jovem de 16 anos por suspeita de pornografia de menores no Porto
19/07/2024
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024