Em
O Primeiro de Janeiro

24 May 2022, 0:00

393

Cenógrafa Ângela Rocha vai representar Portugal na 15.ª Quadrienal de Praga PQ23

O projeto de Ângela Rocha, “METADE DOS MINUTOS”, foi o selecionado no âmbito do concurso limitado promovido pela Direcção-Geral das Artes para representar oficialmente Portugal na exposição “Países e Regiões” na 15.ª Quadrienal de Praga - PQ23 - Prague Quadrennial of Performance Design and Space, que iá decorrer de 7 a 18 de junho de 2023, em Praga, na República Checa.
O concurso tem uma dotação orçamental de 198.000,00€ (cento e noventa e oito mil euros), um valor que duplicou em relação à anterior participação portuguesa em Praga, em 2019. A comissão de apreciação do concurso foi constituída por José Capela, Patrícia Portela e Thomas Walgrave (especialistas) e por Rui Teigão (técnico da DGARTES).
Ângela Rocha na sua proposta curatorial dá prioridade ao lugar do visitante como agente ativo e decisor. Na visão de Futuro pós-pandemia, que propõe, apresenta de forma imersiva a reivindicação do Presente espacial e temporal. O núcleo da proposta incidirá na dimensão táctil, hoje cada vez mais desvalorizada e banalizada na função de ativador de ecrãs. Os projetos curatoriais para a exposição “Países e Regiões” vão enquadrar-se conceptualmente no tema proposto pela PQ23: “RARE Visions”, que convida a imaginar, visualizar, ou até mesmo criar, visões raras do futuro, que nos aproximem, toquem profundamente os nossos corações e abram perspetivas de mudança, podendo estas ser de diversos tipos - inspiradoras, visionárias ou prudentes.
Ângela Rocha é diplomada em Teatro, no curso de Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema e foi bolseira do Programa Leonardo Da Vinci, em Roma na Companhia Matéria Viva.
Foi assistente de Cenografia e Figurinos na companhia Artistas Unidos e assinou trabalhos para encenadores como Claúdia Gaiolas, Guilherme Gomes, Gonçalo Waddington, João Pedro Mamede, Madalena Marques, Maria João Luís, Raquel Castro, Ricardo Neves-Neves, Teresa Coutinho, Tiago Guedes, Tiago Rodrigues. Participou em diversos festivais, nomeadamente no Festival D´Avignon, com a peça "António e Cleópatra" de Tiago Rodrigues.
É cofundadora do Condomínio - festival de cultura local em espaços habitacionais. Em 2019 venceu o prémio SPA de Melhor Cenografia pelo espetáculo "Sweet Home Europa", uma produção do Teatro D. Maria II.
A Quadrienal de Praga é atualmente a mais importante mostra internacional nas áreas do design de cena, cenografia e arquitetura teatral. A Representação Oficial Portuguesa na sua 15.ª edição é comissariada pela Direção-Geral das Artes.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
“Há muita gente que acha que as pessoas do Porto não devem dar opiniões sobre coisas de Lisboa”, diz Moreira
18/07/2024
Investigadores da FMUP alertam para riscos de injeções para rejuvenescimento facial
18/07/2024
Há jazz sob as estrelas nos jardins do Palácio de Cristal
18/07/2024
Novos Tempos | A importância dos símbolos
18/07/2024
Exposição Visita-oficina orientada para os mais pequenos na Galeria Municipal
18/07/2024
Dois detidos pela prática ao crime de roubo contra o património
18/07/2024
Bilhetes para a Supertaça Cândido de Oliveira disponíveis esta quinta-feira
18/07/2024
Reabilitação de prédio em Campanhã para habitação acessível
17/07/2024
“Há muita gente que acha que as pessoas do Porto não devem dar opiniões sobre coisas de Lisboa”, diz Moreira
18/07/2024
Investigadores da FMUP alertam para riscos de injeções para rejuvenescimento facial
18/07/2024