Comitiva de Prefeitos brasileiros visita obras do projeto de urbanismo social

Só da varanda dos Paços do Concelho já muito se vê da transformação da cidade, mas a delegação brasileira da Frente Nacional de Prefeitas e Prefeitos que, na manhã desta quarta-feira, esteve no Porto teve oportunidade de conhecer muito mais do que tem sido feito em matéria de reabilitação urbana, habitação ou políticas socioeconómicas. Em visita a Portugal, representantes das cidades de Palmas, Candeias, Guarulhos, Tugúrio, Niterói, Marília, Goiana e São Luís foram recebidos pelo presidente da Câmara e pelo vereador do Urbanismo e Espaço Público e da Habitação.

Ciente da importância da partilha de experiências, Rui Moreira lembrou a correlação entre os dois países, nos pontos positivos, mas nos menos positivos também. "Vocês têm assimetrias que nós também temos, nomeadamente no que diz respeito à gestão das cidades", considera o autarca.

O presidente da Câmara referiu como, de "uma cidade profundamente industrial", o Porto passou a ser "uma cidade de serviços", fruto de uma "modificação drástica, que trouxe enorme impacto".

Rui Moreira acredita que, para a transformação a que hoje se assiste, "tivemos a sorte de ter o turismo, que permitiu dar emprego a muitas pessoas e teve um impacto enorme em matéria de rendimento".

Para responder à procura, o presidente da Câmara sublinhou a necessidade de investir em infraestruturas, "que são fundamentais", também no sentido de "adequar a cidade para que os nossos moradores gostem do turismo".

Outro aspeto importante na gestão da cidade, "e que vocês também conhecem", considera Rui Moreira, "tem sido a construção de habitação". "Se não formos capazes de compensar o custo da habitação, as pessoas vão viver para longe", afirma.

Em nome dos autarcas presentes, que dirigiram ao presidente da Câmara os "parabéns pela grande transformação da cidade", o prefeito de Guarulhos reconheceu que "temos assistido à transformação que Portugal tem vivido, com uma realidade completamente diferente da da altura da crise económica de 2008".

"É isso que nós esperamos: uma recuperação no Brasil para que consigamos ter o mesmo êxito", admitiu Guti Costa.

Ainda nos Paços do Concelho, o vereador do Urbanismo e Espaço Público e da Habitação aproveitou para explicar à comitiva brasileira a evolução em matéria de planeamento urbanístico e revitalização do espaço público a que o Porto tem assistido.

Nas palavras de Pedro Baganha, "esta tem sido uma altura muito interessante, em que a cidade, num curto espaço de tempo, se modificou muito, quer na matriz urbana, quer na matriz económica. Tem sido uma transformação enorme que é desafiante".

Da explicação ao terreno, o vereador conduziu os prefeitos brasileiros aos projetos de reabilitação do Quarteirão D. João I e do Mercado do Bolhão. Dali, seguiram para o Porto Innovation Hub para conhecer parte da estratégia da cidade em matéria de inovação.

A Frente Nacional de Prefeitos representa mais de 400 municípios no Brasil e visitou várias cidades portuguesas, no âmbito de uma parceria com o Fórum de Integração Brasil Europa.

 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Entre no Museu do Carro Eléctrico e faça uma viagem mágica até 1928
12/07/2024
Alterado regulamento fiscal para apoiar investimento empresarial na cidade
12/07/2024
Estádio de Praia acolhe Circuito Nacional do Beach Teqball
12/07/2024
Porto Open está de regresso ao Monte do Aventino
12/07/2024
Corridas ilegais em plena luz do dia na Boavista
12/07/2024
“Os nossos adeptos foram absolutamente fundamentais nesta conquista”
12/07/2024
Município lança concurso para reabilitar ruas no Bonfim
12/07/2024
Homem detido por furto em viatura rua de Gonçalo Velho
12/07/2024
Entre no Museu do Carro Eléctrico e faça uma viagem mágica até 1928
12/07/2024
Alterado regulamento fiscal para apoiar investimento empresarial na cidade
12/07/2024