Joaquim Jorge, fundador do Clube dos Pensadores, lança livro Gaia Precisa de Menezes

O lançamento do livro, de Joaquim Jorge, Gaia Precisa de Menezes publicado pela editora 5 Livros, é dia 14 de Junho, sexta-feira, pelas 21h30 no Hotel Holiday Inn Porto-Gaia.

Conta na sua apresentação com Ângelo Correia, antigo Ministro e histórico do PSD. 

Luís Filipe Menezes, antigo líder do PSD e ex-presidente da CM Gaia, estará presente.

Este pequeno livro – Gaia precisa de Menezes - é uma forma de fazer ver, a importância de Luís Filipe Menezes voltar para Gaia e conduzir os seus destinos.

Costumo dizer que trabalho a fundo perdido, este singelo livro quero que seja entendido, como um acto de cidadania e intervenção cívica, tenho esse dever como cidadão residente em Gaia, há 37 anos.

Gaia tem uma história, antes de Luís Filipe Menezes, outra história bela com Luís Filipe Menezes e outra história negra depois de Luís Filipe Menezes.

Gaia com Menezes foi mais feliz, desenvolvida e falada por boas razões.

Estou empenhado que Gaia volte a ter Luís Filipe Menezes como presidente. Não tenho dúvidas que seria o melhor que poderia acontecer a quem vive em Gaia.

Pretendo unicamente, salientar o desejo da maioria dos gaienses e de muitos portugueses, com quem troco ideias e converso.  Menezes tem uma dimensão nacional, porém Gaia é um porto de abrigo de quem o compreende e ama.

Alguém que tem um perfil de Primeiro-Ministro vir para presidente da CM Gaia é um privilégio.

Não sei se as pessoas vão ligar ao que penso ou sinto sobre a cidade onde vivo. Todavia, tive o impulso de não me calar e dar a minha singela opinião.

Como cidadão independente penso que, Luís Filipe Menezes é a melhor solução para o futuro de Gaia, se for candidato, apoiá-lo-ei incondicionalmente.

 

Em 2006, apoiei Manuel Alegre socialista, como candidato independente às eleições presidenciais. Em 2009, apoiei Manuel Monteiro com o "patrocínio" do PND, para tentar a sua eleição como deputado pelo círculo de Braga, por que tinha a convicção que seria um excelente deputado.

Também, no ano de 2009, apoiei Pedro Santana Lopes como candidato à CM Lisboa. Mais tarde, apoiei Garcia Pereira do MRPP, achei que era importante o Parlamento ter um deputado com o seu poder reivindicativo. Em 2013 apoiei Guilherme Pinto que abandonou o PS e concorreu à CM Matosinhos como independente.


Sempre livre, sempre diversificado nas minhas opções, mas sempre por causas sem pensar em tacticismo, vencedores antecipados ou cores partidárias.

Depois das europeias, caso não haja eleições antecipadas, o foco passa para as eleições autárquicas em 2025.

 

 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
“Há muita gente que acha que as pessoas do Porto não devem dar opiniões sobre coisas de Lisboa”, diz Moreira
18/07/2024
Investigadores da FMUP alertam para riscos de injeções para rejuvenescimento facial
18/07/2024
Há jazz sob as estrelas nos jardins do Palácio de Cristal
18/07/2024
Novos Tempos | A importância dos símbolos
18/07/2024
Exposição Visita-oficina orientada para os mais pequenos na Galeria Municipal
18/07/2024
Dois detidos pela prática ao crime de roubo contra o património
18/07/2024
Bilhetes para a Supertaça Cândido de Oliveira disponíveis esta quinta-feira
18/07/2024
Reabilitação de prédio em Campanhã para habitação acessível
17/07/2024
“Há muita gente que acha que as pessoas do Porto não devem dar opiniões sobre coisas de Lisboa”, diz Moreira
18/07/2024
Investigadores da FMUP alertam para riscos de injeções para rejuvenescimento facial
18/07/2024