Município do Porto recusa aumento de 2% nas rendas apoiadas proposto pelo Governo

A Câmara do Porto anunciou, esta quarta-feira, que não vai aplicar a atualização de rendas no próximo ano nos contratos de habitação em regime de arrendamento apoiado. Em comunicado, a autarquia da Invicta afirma que vai travar o aumento de 2%, proposto pelo Governo para o próximo ano, nas rendas apoiadas.

A Domus Social, empresa municipal responsável pela gestão do parque habitacional, terá, assim, em conta o contexto económico atual e o consequente agravamento das dificuldades e carências das famílias, e a decisão irá beneficiar cerca de 12 mil famílias.

Atualmente, são perto de 30 mil os portuenses que residem em habitação pública municipal em regime de arrendamento apoiado, número que corresponde a cerca de 12% da população da cidade.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024
Dois homens detidos crime de contrafação na baixa do Porto
19/07/2024
Largo do Amor de Perdição recebe “FC Porto na Baixa”
19/07/2024
Muros da Rua de Miragaia vão ser reabilitados e reparados
19/07/2024
Porto Business School e Católica Porto Business School no MBA Ranking 2024
19/07/2024
Estádio do Dragão com novas regras de acesso
19/07/2024
Detido jovem de 16 anos por suspeita de pornografia de menores no Porto
19/07/2024
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024