Município do Porto solidário com vítimas das cheias no estado brasileiro de Rio Grande do Sul

Está decretado o estado de calamidade no Rio Grande do Sul devido ao temporal que afeta aquele estado brasileiro desde quinta-feira. Este sábado, o presidente da Câmara do Porto contactou o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, para manifestar a solidariedade da cidade com as vítimas do desastre.

"As cheias que assolam o estado brasileiro de Rio Grande do Sul devem merecer a nossa preocupação. Por isso, ao ligar para o prefeito de Porto Alegre para manifestar a solidariedade da cidade do Porto, ele pediu-me que divulgasse a campanha de apoio e angariação de fundos. Vamos todos ajudar este nosso povo irmão", apelou Rui Moreira.

De acordo com a Defesa Civil brasileira, os dados mais recentes apontam para, pelo menos, 55 mortos, 107 feridos e 74 desaparecidos. Mais de 82 mil pessoas estão fora de suas casas, tendo sido realojadas em abrigos ou casas de familiares.

Com 317 municípios do Rio Grande do Sul a registar algum tipo de ocorrência relacionada com o temporal, o fenómeno de chuvas torrenciais já afetou mais de 510 mil pessoas. Citado pela imprensa brasileira, o governador daquele estado, Eduardo Leite, sublinha que “os números podem mudar substancialmente ao longo dos próximos dias, na medida em que a gente consiga acessar as localidades”.

O temporal afetou, também, a infraestrutura viária do Rio Grande do Sul, com bloqueios - parciais ou totais - em quase duas centenas de troços, e deixou cerca de 370 mil casas sem energia elétrica.

 Em Porto Alegre, o lago Guaíba chegou a ultrapassar os cinco metros, alagando as ruas, e o Aeroporto Salgado Filho foi encerrado. Quatro das seis estações de tratamento de água estão fora de funcionamento.

De acordo com os meteorologistas, o fenómeno está associado a correntes intensas de ventos, a um corredor de humidade vindo da zona da Amazónia (que aumenta a força da chuva) e a um bloqueio atmosférico, decorrente das ondas de calor. Tudo agravado pelas alterações climáticas e com previsão para continuar nos próximos dias.

Como gesto de apoio e solidariedade, a Câmara do Porto partilha os dados para quem se queira associar à campanha do Município de Porto Alegre de angariação de fundos para ajuda às vítimas:

MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE

(selecionar Brasil como país de destino)

IBAN: BR48 0036 0305 0282 2000 0713 361C 1

Swift: CEFXBRSP

Chave Pix: CNPJ 929635600000160

 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024
Dois homens detidos crime de contrafação na baixa do Porto
19/07/2024
Largo do Amor de Perdição recebe “FC Porto na Baixa”
19/07/2024
Muros da Rua de Miragaia vão ser reabilitados e reparados
19/07/2024
Porto Business School e Católica Porto Business School no MBA Ranking 2024
19/07/2024
Estádio do Dragão com novas regras de acesso
19/07/2024
Detido jovem de 16 anos por suspeita de pornografia de menores no Porto
19/07/2024
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024