Município impulsiona recriação de rede de apoio local aos mais velhos

A Câmara do Porto promoveu um encontro com as universidades seniores e as academias intergeracionais da cidade para criar um grupo de contacto que tem o objetivo de promover encontros e estabelecer uma articulação que permita implementar modelos de aprendizagem inovadores, universais e acessíveis para os mais velhos.

Em colaboração com a Associação Rede de Universidades da Terceira Idade (RUTIS), o Município, através da Divisão Municipal de Desenvolvimento e Inovação Social, fomentou o encontro com 11 universidades seniores e academias intergeracionais e criou uma rede local de cooperação.

No início da sessão, que decorreu no Porto Innovation Hub, o vereador da Coesão Social, Fernando Paulo, lembrou que “as universidades seniores são instituições de educação destinadas a pessoas com mais de 50 anos, oferecendo oportunidades de aprendizagem contínua, socialização e desenvolvimento pessoal, promovendo a participação social e o envelhecimento ativo e saudável”.

O responsável pelo pelouro referiu que este primeiro encontro permitiu “aproximar o Município e a RUTIS das universidades seniores do Porto, dar a conhecer o trabalho de cada uma destas instituições, a estrutura organizativa, o projeto sócio-educativo e cultural, bem como disseminar boas práticas e fomentar atitudes que favoreçam um mindset empático e assente na melhoria da qualidade de vida de todas as pessoas que beneficiem ou queiram beneficiar deste tipo de resposta”.

Já o presidente da RUTIS, Luis Jacob, salientou a importância que a organização tem na defesa e representação das universidades seniores e destacou a relevância de se criar a rede local do Porto para uma maior cooperação entre as diversas instituições da cidade e de uma ligação ao Município e à RUTIS.

As universidades seniores e as academias intergeracionais podem ser geridas por diferentes entidades, como autarquias locais, associações culturais ou mesmo instituições de ensino superior. A oferta educativa e formativa não é estática, os cursos são adaptados em função das preferências das pessoas idosas, o que se traduz numa oferta diferenciada. As disciplinas vão desde as artes e literatura até às ciências e história.

Na cidade do Porto, existem 12 universidades seniores/academias intergeracionais identificadas, das quais apenas quatro integram a Rede Social e participam nos Programas do Município do Porto dirigidos aos idosos. Por regra, estas entidades operam de forma individualizada, com ofertas diferenciadas e com pessoas de estratos socioeconómicos heterogéneos.

Tendo por base o plano "Porto Cidade Amiga das Pessoas Idosas" 2023-2025, o Município, a RUTIS e os representantes das universidades seniores e das academias intergeracionais irão encontrar-se em setembro para uma nova troca de sinergias.

 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Entre no Museu do Carro Eléctrico e faça uma viagem mágica até 1928
12/07/2024
Alterado regulamento fiscal para apoiar investimento empresarial na cidade
12/07/2024
Estádio de Praia acolhe Circuito Nacional do Beach Teqball
12/07/2024
Porto Open está de regresso ao Monte do Aventino
12/07/2024
Corridas ilegais em plena luz do dia na Boavista
12/07/2024
“Os nossos adeptos foram absolutamente fundamentais nesta conquista”
12/07/2024
Município lança concurso para reabilitar ruas no Bonfim
12/07/2024
Homem detido por furto em viatura rua de Gonçalo Velho
12/07/2024
Entre no Museu do Carro Eléctrico e faça uma viagem mágica até 1928
12/07/2024
Alterado regulamento fiscal para apoiar investimento empresarial na cidade
12/07/2024