Em
O Primeiro de Janeiro

6 Sep 2023, 0:00

125

OMS vai abrir escritório no Porto para tecnologia da saúde

Sob o tema “O futuro dos Sistemas Digitais de Saúde na Europa”, a Organização Mundial de Saúde (OMS) está a organizar, no Porto, um simpósio dedicado aos avanços tecnológicos da inteligência artificial e o seu impacto nos sistemas de saúde. O encontro ficou também marcado pelo anúncio, por parte da OMS, de abertura do seu primeiro escritório no nosso país dedicado à Tecnologia, Robótica e Empreendedorismo em Saúde. Vai ficar instalado no Porto, nas futuras instalações da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde (SNS), permitindo reforçar as sinergias entre as instituições. Vai ter pelo menos 15 investigadores portugueses e estrangeiros e deve começar a funcionar ainda durante este ano.

Este projeto resultou de um grupo de trabalho constituído pelo vereador da Economia, Emprego e Empreendedorismo, Ricardo Valente, e elementos da direção executiva do SNS, Ministério da Saúde e escritório regional da Organização Mundial da Saúde para a Europa.

O 2.º Simpósio da Organização Mundial de Saúde reúne mais de 500 participantes, incluindo representantes governamentais, académicos, profissionais de saúde e especialistas em saúde digital, organizações de todos os estados-membros da OMS e outras partes interessadas.

Ao longo de dois dias, vão ser discutidos temas como o desbloquear do potencial da saúde digital para combater doenças não transmissíveis, a saúde digital como preparação para responder a pandemias, mas também a eficácia da telesaúde para revolucionar os cuidados de saúde ou o poder das tecnologias emergentes para melhorar a saúde mental.

Ao mesmo tempo vão delinear ações a propósito do Plano de Ação Regional de Saúde Digital para a Europa 2023-2030 e discutir a forma como os países e a indústria podem trabalhar, em conjunto, para colmatar as lacunas existentes na saúde digital.

A sessão de abertura, que decorreu na terça-feira, numa unidade hoteleira da cidade, contou com a presença do presidente da Câmara, Rui Moreira, e do ministro da Saúde, Manuel Pizarro.

Durante o evento no Porto, a Organização Mundial de Saúde vai ainda lançar um novo relatório regional – “Aproveitar e ampliar a transformação digital para melhorar a saúde e a resiliência na região europeia” -, que abrange os 53 Estados-Membros da OMS/Europa na Europa e na Ásia Central. Embora em muitos países a pandemia de COVID-19 tenha acelerado a criação e a utilização de ferramentas e políticas de saúde digital em resposta aos confinamentos e ao distanciamento social, incluindo a telemedicina e aplicações de saúde de fácil utilização, o relatório sublinha que ainda há muito trabalho a fazer.

A anteceder o simpósio da OMS, Rui Moreira recebeu, na terça-feira, nos Paços do Concelho, os participantes, bem como o ministro da Saúde.

 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Voleibol: sete atletas de saída
14/06/2024
Museu do Carro Eléctrico regressa à atividade noturna
14/06/2024
Alunos de escola portuense vencem prémio Filme de Animação em Itália
14/06/2024
Homem detido por arremesso de pedra contra esquadra em Cedofeita
14/06/2024
Videovigilância ajuda Polícia a identificar suspeitos de violência na noite de segunda-feira
14/06/2024
“A gente não deixa e o presidente também não vai deixar, vai estar connosco”
14/06/2024
Basquetebol: captações para atletas nascidos entre 2009 e 2013
14/06/2024
STCP anuncia horários de "verão" a partir deste sábado
14/06/2024
Voleibol: sete atletas de saída
14/06/2024
Museu do Carro Eléctrico regressa à atividade noturna
14/06/2024