Ordem dos Médicos vai agir judicialmente contra o Governo

A Ordem dos Médicos vai agir judicialmente contra o Governo. Em causa está a contratação de médicos sem especialidade para a prestação de cuidados de saúde primária. O bastonário da Ordem dos Médicos diz que se o Governo insistir, os próximos tempos serão difíceis.
São necessários mais 900 médicos de família no Serviço Nacional de Saúde. Portugal tem 1400 especialistas mas o Governo admite contratar clínicos sem especialidade.
A aprovação da lei levou a uma reunião de emergência onde a Ordem dos Médicos decidiu que irá agir judicialmente.
O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, considera que as medidas são absolutamente graves e diz que se o Governo insistir os próximos tempos serão difíceis.
As Comissões, Associações e Sindicatos que representam o setor formam uma posição conjunta e dizem que a decisão representa um retrocesso e ameaça a qualidade dos cuidados prestados.
A solução poderá ser o diálogo que permitam fixar clínicos no Serviço Nacional de Saúde.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024
Dois homens detidos crime de contrafação na baixa do Porto
19/07/2024
Largo do Amor de Perdição recebe “FC Porto na Baixa”
19/07/2024
Muros da Rua de Miragaia vão ser reabilitados e reparados
19/07/2024
Porto Business School e Católica Porto Business School no MBA Ranking 2024
19/07/2024
Estádio do Dragão com novas regras de acesso
19/07/2024
Detido jovem de 16 anos por suspeita de pornografia de menores no Porto
19/07/2024
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024