Porto lança concurso para reabilitar Espaço Todos no Bairro do Cerco

A Câmara do Porto lançou um concurso público para a reabilitação do Espaço Todos, edifício inserido no Bairro do Cerco, que pretende dotar o local de “melhores condições de habitabilidade e salubridade” para acolher atividades e projetos de desenvolvimento comunitário.

O anúncio foi publicado dia 12 de abril, em Diário da República, pela empresa municipal Domus Social (responsável pela gestão da empreitada) e tem um preço base de 700 mil euros.

A empreitada em contratação prevê uma requalificação física completa, que visa requalificar e alterar o edifício existente na Rua Manuel Pinheiro Rocha, em Campanhã. Trata-se de um prédio originalmente projetado e construído para a sede de um clube desportivo e cuja utilização foi descontinuada, sendo, atualmente, apenas ocupado o piso superior, de forma limitada por insuficiência de condições físicas.

A intervenção irá assentar, sobretudo, na melhoria da acessibilidade do edifício e na polivalência e flexibilidade dos espaços, promovendo a multiplicidade de projetos e iniciativas que possam vir ali exercer as suas atividades.

Concretamente, no interior, o projeto prevê a criação de um pequeno auditório, para realização de palestras, assembleias e performances, gabinetes, salas de diferentes tipologias para atividades formativas, e diferentes espaços de apoio.

Tendo em vista a melhoria das condições de acessibilidade, está ainda prevista a construção de uma rampa exterior para o piso superior, para além de casas de banho acessíveis. O conforto térmico será também assegurado, através do revestimento exterior de tijolo com isolamento na caixa de ar criada, à semelhança da metodologia adotada nas obras de reabilitação realizada no bairro.

A requalificação do Espaço Todos propõe-se, assim, a constituir um novo palco para os processos de participação e envolvimento dos moradores nas dinâmicas da cidade.

A apresentação das propostas decorre até às 18h00 do 45.º dia a contar da data de envio do anúncio (11 de abril) e os concorrentes são obrigados a manter as respetivas propostas durante 66 dias.

A intervenção está inserida numa candidatura mais ampla do Município à Operação Integrada do Território de Intervenção (PAOITI) AMP - Centro Oriental, que segue os objetivos do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para a Estratégia Nacional de Combate à Pobreza e do Plano de Ação para as Comunidades Desfavorecidas da Área Metropolitana do Porto (PACD-AMP).

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024
Dois homens detidos crime de contrafação na baixa do Porto
19/07/2024
Largo do Amor de Perdição recebe “FC Porto na Baixa”
19/07/2024
Muros da Rua de Miragaia vão ser reabilitados e reparados
19/07/2024
Porto Business School e Católica Porto Business School no MBA Ranking 2024
19/07/2024
Estádio do Dragão com novas regras de acesso
19/07/2024
Detido jovem de 16 anos por suspeita de pornografia de menores no Porto
19/07/2024
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024