Em
O Primeiro de Janeiro

10 Mar 2022, 0:00

85

​Portugal pode vir a investir mais na Defesa do que previsto

O ministro da Defesa Nacional defendeu hoje que o objetivo de chegar aos 1,68% do Produto Interno Bruto em despesas militares até 2024 “terá de ser repensado”, prevendo um aumento do investimento em defesa.

"O nosso objetivo de 1,68% do PIB até 2024 terá que ser repensado, senão para 2024, para os anos subsequentes. Obviamente que quando aumenta a insegurança tem que aumentar o investimento em segurança”, afirmou João Gomes Cravinho em entrevista à rádio Renascença e ao jornal Público.
Questionado sobre se Portugal deve acompanhar um aumento do PIB para os 2%, à semelhança da Alemanha, o governante lembrou que em junho vai haver uma cimeira da NATO, em Madrid, considerando que “esse é o momento adequado para Portugal fazer anúncios de médio e longo prazo, se isso não for já feito no programa de governo do próximo governo”.
No que toca ao Orçamento do Estado para 2022, Cravinho referiu que já foram canceladas algumas despesas e alguns exercícios, “gerando poupanças que permitam o novo empenhamento de forças”, acrescentando que “quando o OE2022 for apresentado, daqui a mês e meio ou dois meses, provavelmente terá que haver um ajustamento”.
“Agora, em 2023 a situação é diferente. Este ano, 2022, é um ano de revisão da Lei de Programação Militar, que tem uma vigência de 12 anos mas é revista cada quatro anos e portanto nós temos este ano esse trabalho de revisão da LPM e eu creio que isso terá de se refletir, são investimentos para as Forças Armadas e é evidente que o dinheiro que se gasta em investimento depois implica também mais algum acréscimo em termos de funcionamento e manutenção”, disse.
“Mas acredito que para 2023 e anos subsequentes seja necessário um aumento face àquilo que é a Lei de Programação Militar atualmente em vigor”, acrescentou.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024
Dois homens detidos crime de contrafação na baixa do Porto
19/07/2024
Largo do Amor de Perdição recebe “FC Porto na Baixa”
19/07/2024
Muros da Rua de Miragaia vão ser reabilitados e reparados
19/07/2024
Porto Business School e Católica Porto Business School no MBA Ranking 2024
19/07/2024
Estádio do Dragão com novas regras de acesso
19/07/2024
Detido jovem de 16 anos por suspeita de pornografia de menores no Porto
19/07/2024
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024