Recandidatura de Jorge Nuno Pinto da Costa. Sempre o número um do FC Porto

No jantar organizado pela Comissão de Recandidatura à presidência Jorge Nuno Pinto da Costa, o líder portista foi convidado a usar da palavra na cerimónia que decorreu na noite desta terça-feira, em Vila Nova de Gaia. 

O presidente do FC Porto começou o discurso com a humildade que o caracteriza: “Não tenho grande jeito para festas, como vocês sabem, mas obviamente que fico muito tocado e sensibilizado por esta homenagem, principalmente vindo desta Comissão de sócios que vive de forma tão vincada, dedicada e apaixonada o nosso clube. Deixa-me emocionado e com dificuldade em expressar tudo o que sinto. Ofereceram-me uma lembrança com uma foto de um dos meus filhos e todos sabem que a minha família é extremamente importante, mas eu também estou em família neste momento. O espírito do FC Porto está aqui. Eu vejo a forma como cada um fala do nosso clube com um brilho no olhar, que foi como me habituei a fazer desde que tenho 15 anos e, através do senhor Raúl Peixoto, comecei a dar os primeiros passos no nosso clube. Fui alimentando esta determinação e ambição que tenho em ser melhor todos os dias no meu trabalho para poder conquistar títulos, que é o que tento fazer juntamente com uma equipa técnica muito competente nos vários departamentos que trabalham comigo diariamente. Fico muito feliz e sensibilizado, sinceramente. Acho que este meu lado sisudo, de não ser tão feliz nestes momentos, tem a ver com a responsabilidade de perceber que nós, Futebol Clube do Porto, não festejamos títulos passados mas sim os que hão de vir. O próximo jogo contra o Marítimo pode ser importante na nossa caminhada rumo ao principal objetivo, que é o campeonato nacional. Espero, no futuro, continuar a merecer a vossa estima e consideração, porque a minha por vós será eterna. Por vocês, sócios, adeptos e simpatizantes do FC Porto.”
E continua 
“O mais importante é olharmos para o presente e futuro, recordando coisas boas e menos boas que aconteceram no passado. Obviamente que queria ter ganho cinco campeonatos em cinco anos, mas olhamos para o próximo jogo com a seriedade de sempre. Sabendo que é o culminar de uma semana de trabalho e por isso digo que o trabalho diário é o mais importante de todos, porque o jogo é o reflexo do que se passa durante a semana. Estamos preparados para iniciar o campeonato, fortes e dedicados como sempre, respeitando sempre o adversário e sabendo que essa humildade e respeito é a base do sucesso.”
“Os adeptos são como eu, gostam de ganhar. Gostam de festejar títulos. Os adeptos são fundamentais nesta nossa caminhada. A grande alma do FC Porto são os adeptos e eu acho que temos de remar todos para o mesmo lado sabendo que as dificuldades vão ser muitas. Somos detentores do título nacional, da Taça, da Supertaça e somos o primeiro alvo a abater. Jogadores, staff, todos os departamentos, administração e adeptos devem ter noção das dificuldades que vamos encontrar e ter humildade para as enfrentar. Só assim podemos ganhar.”

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Voleibol: sete atletas de saída
14/06/2024
Museu do Carro Eléctrico regressa à atividade noturna
14/06/2024
Alunos de escola portuense vencem prémio Filme de Animação em Itália
14/06/2024
Homem detido por arremesso de pedra contra esquadra em Cedofeita
14/06/2024
Videovigilância ajuda Polícia a identificar suspeitos de violência na noite de segunda-feira
14/06/2024
“A gente não deixa e o presidente também não vai deixar, vai estar connosco”
14/06/2024
Basquetebol: captações para atletas nascidos entre 2009 e 2013
14/06/2024
STCP anuncia horários de "verão" a partir deste sábado
14/06/2024
Voleibol: sete atletas de saída
14/06/2024
Museu do Carro Eléctrico regressa à atividade noturna
14/06/2024