Universidade do Porto promove exposição de pintura que comemora Saramago

Exposição Ver Cegueira Adentro – 100 Anos de José Saramago inaugura esta quinta-feira, 21 de abril, às 18h00, nas Galerias da Casa Comum. O evento contará com a presença da filha do Prémio Nobel da Literatura. 

No ano em que se celebra o centenário do nascimento de José Saramago (1922 – 2010), Agostinho Santos cumpre uma promessa feita ao Prémio Nobel da Literatura e inaugura nas Galerias I e II da Casa Comum, no edifício histórico da reitoria da U.Porto, uma exposição com pintura, escultura, desenho e livros de artista. São várias dezenas de obras, produzidas entre 2019 e 2021. Trabalhos inéditos na sua maioria.
A exposição Ver Cegueira Adentro – 100 Anos de José Saramago, de Agostinho Santos, com a curadoria de Valter Hugo Mãe, abre ao público a partir das 18h00, do próximo dia 21 de abril. A inauguração contará com a presença da filha do Prémio Nobel da Literatura.
Na obra de Agostinho Santos, Valter Hugo Mãe encontra “insubmissão” e “um frontal exercício de cidadania”. Reconhece um interesse em “cortar amarras e reencontrar a linguagem espontânea dos que obedecem apenas à sua própria natureza”. É um artista “empenhado na defesa de causas essenciais para a consciência mais atenta dos nossos dias”. E com uma obra sempre “ao serviço de suas convicções, coloca-o claramente na esteira do que foi sempre o gesto de Saramago. Ambos inscrevem a multidão nos seus discursos, essa dos oprimidos ou esquecidos, dos que são preteridos ou adiados”.
Na sessão de abertura da exposição, serão lançados pela U.Porto Press dois livros de artista de Agostinho Santos – Outra Vez a Sonhar e Querida Blimunda –, bem como o livro Ver Cegueira Adentro, que documenta a exposição.
O livro Ver Cegueira Adentro, inserido na Coleção Atelier da U.Porto Press, para além de dar conta das obras expostas, apresenta textos de Pilar del Río, João Tordo, José Rui Teixeira, Maria de Lourdes Pereira e Valter Hugo Mãe. “São textos de uma grande sensibilidade estética” – sublinha Fátima Vieira, Vice-Reitora para a área da Cultura da Universidade do Porto – “que iluminam o universo fantástico que Agostinho Santos construiu e onde força o encontro de personagens que habitam diferentes livros de Saramago”. Estas publicações estarão à venda no dia da inauguração com 10% sobre o preço de capa. Poderão ser a partir desse dia adquiridas online, no site da U.Porto Press.
Ver Cegueira Adentro – 100 Anos de José Saramago vai estar patente de 21 de abril a 2 de julho de 2022. Com entrada livre, a exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 13h00 e das 14h30 às 17h30, e ao sábado, das 15h00 às 18h00.
A exposição decorre no âmbito Casa Comum Fest. Ao todo são 100 os eventos em abril que a Universidade do Porto vai realizar, no âmbito da iniciativa Casa Comum Fest, um novo festival cultural que promove o diálogo entre as várias instituições da Universidade do Porto, diversos artistas e toda a cidade. Peças de teatro, exposições, saraus e visitas a museus são apenas algumas das iniciativas apresentadas para comemorar o mês de abril, mês da democracia.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024
Dois homens detidos crime de contrafação na baixa do Porto
19/07/2024
Largo do Amor de Perdição recebe “FC Porto na Baixa”
19/07/2024
Muros da Rua de Miragaia vão ser reabilitados e reparados
19/07/2024
Porto Business School e Católica Porto Business School no MBA Ranking 2024
19/07/2024
Estádio do Dragão com novas regras de acesso
19/07/2024
Detido jovem de 16 anos por suspeita de pornografia de menores no Porto
19/07/2024
CCDR-N e Irmandade com protocolo para reabilitação da Torre dos Clérigos
19/07/2024
Cristina Planas Leitão cessa funções no Teatro Municipal do Porto
19/07/2024